Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Dec de 2017 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Setor agropecuário de acordo comercial com Mercosul divide UE - Jornal Brasil em Folhas
Setor agropecuário de acordo comercial com Mercosul divide UE


Os países da União Europeia estão divididos sobre a apresentação de uma oferta do bloco no setor agropecuário ao Mercosul, dentro das negociações de um acordo comercial entre os dois grupos, indicaram fontes de Bruxelas nesta sexta-feira (29).

A UE e o Mercosul - que reúne Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai - tentam negociar, após vários anos, um acordo comercial e devem fazer uma nova rodada de discussões em Brasília, entre 2 e 6 de outubro.

Onze países - França, Áustria, Bélgica, Hungria, Irlanda, Lituânia, Luxemburgo, Polônia, Romênia, Eslováquia, Eslovênia - querem que a UE adie a apresentação desta oferta do domínio agropecuário, segundo uma fonte europeia.

Eles acreditam estarem vulneráveis à importação de produtos agrícolas considerados delicados - carne bovina, etanol, açúcar e aviários - e creem que uma proposta da UE acerca de cotas de importação seja inoportuna. Eles acham que não é o momento, desejam esperar o fim das negociações, disse essa fonte à AFP.

Por outro lado, oito países - Alemanha, República Tcheca, Dinamarca, Itália, Portugal, Espanha, Suécia e Grã-Bretanha - se dizem favoráveis à apresentação dessa oferta, para dar fôlego às negociações.

Nesta quinta-feira, em uma reunião em Bruxelas, a Comissão Europeia propôs aos 28 Estados-membros da UE aceitar um contingente de 70 mil toneladas de carne bovina e 600 mil toneladas de etanol por ano provenientes do Mercosul, a fim de ter sucesso num acordo comercial com o bloco comercial sul-americano, indicaram três fontes à AFP.

Questionado pela AFP, o Executivo europeu se negou a confirmar os dados. A Comissão europeia discute atualmente ofertas tarifárias com os Estados-membros, declarou um porta-voz.

Ela está determinada a encontrar um equilíbrio justo entre a importância de seus produtos para nossos parceiros do Mercosul e a necessidade de proteger os interesses dos agricultores europeus e as comunidades rurais, sempre levando em conta o impacto cumulativo de todos os acordos comerciais, acrescentou.

Durante um discurso ao Parlamento europeu, em Estrasburgo, em 13 de setembro, sobre a situação da União Europeia, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, tinha declarado esperar alcançar antes do fim do ano um acordo político com o México e os países do Mercosul, como o que foi assinado neste ano com o Japão.

 

Últimas Notícias

Estádio Olímpico recebe Paradesportivos
Vinil Black Album de Prince reaparece com valores astronômicos
Vaticano lançará portal que reunirá todos os seus veículos
Três anúncios para um crime lidera indicações ao SAG
Vida parou na região birmanesa dos rohinyas, alerta Cruz Vermelha
Vice do Equador condenado a seis anos de prisão no caso Odebrecht
Trump não serve para limpar sanitários da biblioteca de Obama, diz jornal
Trump diante do tapa eleitoral do Alabama

MAIS NOTICIAS

 

Unable to select database!