Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estados Unidos e Israel oficializam saída da Unesco - Jornal Brasil em Folhas
Estados Unidos e Israel oficializam saída da Unesco


Com a chegada de 2019, os Estados Unidos e Israel oficializaram sua saída da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

A decisão de deixar a instituição, que faz parte do sistema das Nações Unidas, foi anunciada em 2017, mas ganha efeito concreto a partir de hoje (1º). De acordo a rede pública alemã Deutsche Welle, os governos dos dois países justificaram a decisão citando o que alegam ser um viés contrário a Israel e suas políticas adotado pela organização.

Na ocasião do anúncio, o governo dos Estados Unidos divulgou comunicado mencionando o que chamou de “viés contínuo anti-Israel da Unesco” e a “necessidade de reformas na Instituição”. No comunicado, a administração Trump disse que continuaria acompanhando os trabalhos do órgão, mas na condição de observador não membro.

Logo após a notícia, a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, lamentou a decisão. “No momento em que a luta contra o extremismo violento exige um renovado investimento na educação, no diálogo entre as culturas para evitar o ódio, é profundamente lamentável que os Estados Unidos se retirem da agência das Nações Unidas que lidera essas questões”, disse, em comunicado oficial.

A controvérsia entre as duas nações e a instituição vem desde o início da década. Em 2011, a Unesco reconheceu a Palestina como Estado independente. Naquele ano, os Estados Unidos pararam de repassar as cotas como Estado-membro. Desde então, o país está na condição de integrante da Unesco, mas sem exercício de voto por não contribuir financeiramente com a instituição.

Segundo a Deutsche Welle, o governo de Israel também reduziu os repasses de recursos às Nações Unidas, especialmente após decisões da Unesco relacionadas a locais reconhecidos como patrimônios do povo palestino.

Edição: Nádia Franco

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212